PM é assassinado com 14 tiros após discussão por causa da esposa

Ele foi morto por upolicial civil que teria 'paquerado' sua esposa.

Um policial militar identificado como Thiago Sarmento dos Santos, de 32 anos, foi assassinado a tiros ao sair de um pagode, na Capadócia Show, em Bangu, na zona Norte do Rio de Janeiro. O crime aconteceu na madrugada desta segunda-feira (14).

De acordo com informações da polícia, Thiago foi morto por um  policial civil que teria 'paquerado' sua esposa durante o evento. Houve discussão entre os dois. Esta versão, no entanto, não foi confirmada pela polícia que instaurou inquérito para apurar o caso que chocou os moradores da zona Norte do Rio.

Uma mulher que mora próximo do local, cujo nome não foi divulgado, utilizou seu perfil no Facebook para relatar como tudo aconteceu. "O que morreu ameaçou o outro de morte e deu 30 segundos para ele sair de lá. Então, ele começou a contar até 30, gritando. O outro policial entrou no carro, pegou a arma, encheu o cara de tiro e arrancou com o carro. Logo vieram os familiares. Um desespero horrível. Muita dor nessa rua hoje", disse.

Thiago, que festejava o seu aniversário juntamente com amigos e familiares, foi assassinado com 14 tiros na frente da esposa. Imagens das câmeras de segurança serão usadas durante as investigações.

Image title





Fonte: Com informações do IG