PM é morto a tiros ao tentar impedir assalto a agência dos Correios

Ele rendeu um bandido e foi surpreendido por outro que o matou.

Um policial civil foi morto a tiros ao tentar impedir um assalto a uma agência dos Correios em Lassanse, no norte de Minas. Ele foi surpreendido pelos criminosos e baleado nas costas. A ação foi filmada por câmeras de segurança.

Do carro cinza, parado em frente a agência, saem dois bandidos. Os criminosos deixam a porta do veículo aberta. Dentro do carro, um comparsa dá cobertura para os assaltantes.

Depois que saíram do carro, os bandidos foram direto para a agência. Funcionários disseram que eles estavam agressivos e nervosos e pediram o dinheiro do caixa. Os atendentes não reagiram e entregaram tudo.

Image title

Do lado de fora, um escrivão da Polícia Civil percebeu a movimentação no local, já que a delegacia fica em frente, e resolveu agir para tentar frustrar a ação. Ghivelder Márcio Soares, de 42 anos, vai até o carro onde o comparsa esperava pelos bandidos. Ele está armado com uma espingarda e faz o homem sair do automóvel e deitar no chão.

O policial não percebe o momento em que um dos assaltantes volta e é surpreendido por quatro tiros, três deles nas costas. Depois da execução, os criminosos fogem.

Há 13 anos, Ghivelder trabalhava como escrivão na delegacia de Lassanse. Ele era funcionário da prefeitura e foi deslocado para trabalhar na Polícia Civil da cidade. Além de colher os depoimentos e resolver a burocracia da delegacia, ele ajudava nas investigações e sabia manusear armas de fogo.

Os bandidos ainda não foram identificados e continuam foragidos. Policiais civis e militares fazem buscas na região para tentar encontrar o trio.

Fonte: Com informações do R7