PM é preso por abuso sexual de filha de 15 anos em Jaguaquara, na Bahia

Adolescentes sofria violência há três anos e era ameaçada se denunciasse. À polícia, a vítima contou que pai a proibia de ter namorados e amigos.

Um policial militar foi preso no município de Jaguaquara suspeito de abusar sexualmente da filha de 15 anos pelo período de três anos. Segundo a Delegacia Territorial, após ser ameaçada por muito tempo, a vítima contou para a família, que fez a denúncia ao Ministério Público da Bahia (MP-BA). A prisão aconteceu no mesmo dia da queixa, na noite de quarta-feira (9), na casa do suspeito, localizada no bairro de Muritiba.

O abuso sexual começou quando a vítima tinha 12 anos, de acordo com a polícia. Segundo a polícia, a adolescente que não suportava mais as atitudes do pai e ligou para o irmão na segunda-feira (7) para relatar o caso, mas não conseguiu. Logo em seguida, a vítima ligou para a tia e explicou o que estava ocorrendo.

Ao saber do caso, a família fez a denúncia ao MP e comunicou ao Batalhão da Polícia Militar, onde foi pedida a prisão preventiva, informa a polícia.

Em depoimento, a vítima revelou à polícia que o pai a ameaçava de morte caso contasse para alguém o crime. Ela também revelou que ele a proibia de ter namorados e amigos.

A polícia também disse que uma das amigas da adolecente informou que a jovem sempre dizia que o pai fazia atrocidades com ela, mas não tinha coragem de denunciar. O suspeito morava na casa junto à filha vítima de abuso, a esposa e um filho.

Ele foi conduzido ao Batalhão de Choque, em Salvador, onde fica à disposição da Justiça.

Fonte: G1