PM mata adolescente a tiros ao tentar apartar briga, diz polícia

PM mata adolescente a tiros ao tentar apartar briga, diz polícia

Policial havia sido chamado para interromper espancamento.

Um adolescente de 17 anos morreu na madrugada deste domingo (1º) em Santa Isabel do Rio Negro, município localizado a 630 km de Manaus. Os tiros que atingiram o jovem foram disparados por um policial militar que tentava conter uma briga na qual o rapaz estava envolvido. Segundo a polícia, o PM agiu "em legítima defesa", já que havia sido golpeado na cabeça com um facão durante a confusão.

O caso ocorreu por volta de 1h30. De acordo com a PM, o policial foi acionado para verificar denúncia de que um homem estava sendo espacando por seis suspeitos, mas no local da briga acabou sendo agredido por um adolescente com golpes de facão e pauladas. O policial teria disparado duas vezes contra o jovem que morreu no local. Os tiros atingiram o peito e o braço do adolescente.

Revoltados com a morte do jovem, amigos da vítima depredaram uma viatura policial e tentaram invadir o alojamento da PM no município. Para a Polícia Militar do município, o soldado agiu "em legítima defesa", pois mais de seis pessoas estariam envolvidas na briga. O policial foi atendido no hospital da cidade e depois levado para um local onde não sofresse represálias da população.

De acordo com o cabo da PM, Edson Gomes, apenas três policiais fazem a segurança de Santa Isabel do Rio Negro. O Comando da Polícia Militar enviou reforço de dez policiais da Ronda Ostensiva Cândido Mariano (Rocam) ao município neste domingo.

Segundo a polícia, o adolescente que morreu já tinha passagem pelo Conselho Tutelar da cidade por outros delitos. Conforme a família dele, o enterro vai acontecer nesta segunda-feira (2). Ele era casado e pai de uma menina. Nenhum dos suspeitos envolvidos na briga foi identificado.

Fonte: G1