PM mata adolescente em assalto; ao menos 4 morrem na Grande SP

Ainda em SP, uma mulher foi morta a tiros dentro de casa, e a polícia suspeita que o marido, que está foragido

Pelo menos quatro pessoas morreram e outras quatro ficaram feridas a tiros em ações ocorridas entre a noite de sexta e a madrugada deste sábado na Grande São Paulo. Um homem morreu e outro ficou ferido em uma tentativa de assalto a um posto de combustível em Mauá, na região metropolitana de São Paulo. Um policial à paisana, ao perceber a ação, interviu e tentou impedir o assalto. Houve troca de tiros e um dos suspeitos morreu, enquanto um frentista foi baleado. Ainda em Mauá, uma mulher foi morta a tiros dentro de casa, e a polícia suspeita que o marido, que está foragido, seja o autor do crime.

Já na capital paulista, um policial matou uma adolescente de 15 anos que tentou assalta-lo na zona leste. Na zona sul, um homem morreu baleado e a polícia ainda não sabe as causas do crime. No centro de São Paulo, quatro integrantes de um grupo sem-teto foram baleados quando tentavam ocupar um prédio abandonado. Segundo a polícia, o proprietário do edifício seria o autor dos disparos.

Onda de violência

Desde o início do ano, ao menos 94 policiais foram assassinados no Estado. Desse total, 19 eram aposentados e três estavam em serviço. Além disso, o Estado continua a enfrentar um grande índice de violência. Segundo dados da Secretaria de Segurança Pública, só na capital foram registrados 1.135 casos de homicídios dolosos entre janeiro e outubro, mais do que todo o ano de 2011. O mês de outubro foi o mais violento dos dois últimos anos na cidade, com 176 mortos. Em todo o Estado, foram 4.007 casos registrados desde janeiro.

Fonte: Terra