Sargento mata um e deixa outro ferido após discussão no trânsito

Sargento mata um e deixa outro ferido após discussão no trânsito

Uma das vítimas, um homem de 32 anos, morreu no local, às margens da via Estrutural

Um sargento da Polícia Militar Ambiental do Distrito Federal confessou ter baleado duas pessoas após uma briga de trânsito na madrugada deste domingo (15), em Vicente Pires, de acordo com informações do boletim de ocorrência registrado pela Polícia Civil.

Uma das vítimas, um homem de 32 anos, morreu no local, às margens da via Estrutural. O outro ferido, de 22 anos, levou três tiros, foi encaminhado para o Hospital de Taguatinga e continua internado. As vítimas são irmãos.

O sargento alega legítima defesa. De acordo com informações da Polícia Civil, um Polo colidiu com o Opala em que estava o agente policial. Os envolvidos no acidente teriam discutido e o PM, efetuado os disparos. Após a confusão, o sargento, que é do Batalhão de Águas Claras, registrou ocorrência na 17ª Delegacia de Polícia, em Taguatinga, prestou esclarecimentos, mas não ficou detido.

"Nesse caso, foi entendimento do delegado de plantão que, em razão da apresentação espontânea, houve termo de declaração, registro de ocorrência, arma apreendida e encaminhada para pericia, [assim como] as vestes do PM com vestígios de sangue. Vai ser instaurado inquérito, ouvidas as testemunhas que estavam no local do fato pra apurar melhor a situação", afirmou o delegado Felipe Eugênio Aguiar.

A pistola e as roupas usadas pelo sargento na hora do acidente foram encaminhados para perícia. O sargento também foi levado para o Instituto de Medicina Legal, fez exames médicos e não apresentou sinais de que havia ingerido álcool.

O comando da PM informou que ainda está colhendo informações sobre o caso e que, por enquanto, não vai se pronunciar.

Fonte: G1