PM passa a monitorar municípios após aumento da violência política

Os crimes podem estar atrelados à questão política.

Homicídios, agressões, ofensas que podem estar atrelados à questão política ganham força durante o período eleitoral. No Piauí, assim como em outros estados, ocorrem atos violentos e que preocupam as autoridades policiais. De acordo com o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Carlos Augusto Gomes de Sousa, houve interferência da polícia em pelo menos 32 municípios. 

“Nós estamos caminhando para um pleito eleitoral tranquilo. Em municípios como Luzilândia, Esperantina, Porto, Miguel Alves, União, Alagoinha, Fronteiras e Pedro II temos acirramento, rixas. Teve uma pessoa baleada em Santa Cruz, mas não sabemos se foi ocasionado devido ao fato político. Em regra, estamos com interferência em 32 municípios, onde estamos monitorando e enviando policiais”, afirmou.

Crimes preocupam autoridades
Crimes preocupam autoridades

Um homem identificado como Robervaldo Vicente Alves foi atingido com um tiro na região do pescoço enquanto presenciava o comício do candidato a reeleição Santino Xavier, por volta das 21h do último domingo, no município de Santa Cruz do Piauí (302km de Teresina).

A vítima que é eleitor do candidato da oposição Barroso Neto, estaria próximo ao comício do adversário quando foi surpreendido pela bala, disparado, de acordo com testemunhas, por um homem identificado por Jean Antonio Evangelista, mais conhecido por ‘carne de porco’, natural da cidade de Wall Ferraz, no Piauí.

Na tarde de domingo, dia 18, um homem identificado como Idelfonso da Silva Sousa, 31 anos, foi assassinado pela própria mãe na zona rural de Boa Hora. O crime, segundo informações, foi motivado por uma discussão política, já que mãe e filho apoiavam candidatos diferentes e um jingle de campanha teria iniciado a briga.

“A mãe apoia um candidato e o filho outro. Hoje ele chegou na casa da mãe alcoolizado e começou a quebrar as coisas dentro de casa durante uma discussão com a mãe porque ela estava ouvindo a música do candidato que apoia. Ela que tem problemas mentais atingiu o filho com uma facada no peito”, afirmou o radialista Frank Ribeiro.

No dia 09 de agosto, duas pessoas, identificadas como Jhony Batista da Silva, 38 anos, e Edna Rodrigues, de 33 anos, foram baleadas durante uma discussão no município de Guaribas. De acordo com o Tenente Coronel John Feitosa, as duas vítimas foram socorridas e levadas para um Hospital em São Raimundo Nonato.

A Polícia Militar do município informou que a confusão pode ter sido ocasionada por causa de questões políticas, supostas retaliações após convenções partidárias ocorridas na cidade.

No dia 06 de agosto, uma discussão banal entre dois jovens acabou em tragédia no município de Batalha, região norte do Piauí. Segundo testemunhas, um rapaz identificado apenas como Geraldo, teria atropelado seu amigo chamado Lucídio. O fato aconteceu próximo ao pontilhão, no bairro São Miguel, na saída da cidade.

Tudo começou quando os dois estavam conversando sobre política em um trailer e houve um desentendimento. Naquele momento, a vítima saiu de motocicleta e o motorista o acompanhou, atingindo-o logo em seguida.

Em junho deste ano, o  ex-prefeito do município de Curimatá, 784 km de Teresina, Valdecir Júnior, durante entrevista ao programa Agora, da Rede Meio Norte, falou da agressão que diz ter sofrido do atual prefeito Reidan Kléber. Segundo informações, eles teriam saído aos tapas durante uma festa de vaqueja em Parnaguá, município vizinho

Em abril deste ano, uma ex-vereadora identificada como Jaqueleide procurou a polícia, afirmando ter sido agredida pelo próprio irmão de nome  Jaílson, que é vice-prefeito. O fato ocorreu no município de Miguel Leão. 

Fonte: Portal Meio Norte