PM prende homens fortemente armados

PM prende homens fortemente armados

Três homens fortemente armados foram presos pela Polícia Militar na madrugada desta sexta-feira (10) na cidade de Patos do Piauí. Em um trabalho de rotina da PM, a quadrilha foi orientada a parar em uma barreira montada nas proximidades da cidade de Jacobina e resistiu, fugindo por uma estrada vicinal que dá acesso ao povoado Juazeiro do Secundo.

A ação dos homens chamou a atenção do Capitão Felipe, comandante da 5ª CIPM de Paulistana, que coordenava a operação realizada pelos policiais Gilvan, Gleison e o Cabo J. Roberto. Com isso, uma nova barreira foi montada em frente a Delegacia de Polícia da cidade de Patos do Piauí e por volta das 02h00 a quadrilha foi presa. Segundo informações obtidas com exclusividade pela nossa reportagem, os homens utilizavam uma picape Fiat Strada modelo cabine dupla, de cor cinza, e transportavam armamento de grosso calibre, sendo cinco fuzis, uma pistola e munição em grande quantidade. Outras informações obtidas com exclusividade indicam que a quadrilha seguia com destino à cidade de Floriano, onde se juntaria com outros dois integrantes para praticar um assalto a uma agência bancária no Estado do Maranhão.

Com a informação, o Capitão Felipe seguiu em diligência para a região de Floriano para investigar a possível participação de outras pessoas. A nossa reportagem entrou em contato com o Capitão Felipe, e este absteve-se de repassar detalhes sobre o caso, informando apenas que estava em diligência na região de Floriano, onde dois carros haviam sido roubados recentemente e poderiam ser utilizados no provável assalto ao banco.

Desses veículos, um já foi localizado abandonado pela polícia. Segundo informações extra oficiais, o comandante geral da PM, Coronel Francisco Prado Aguiar, teria determinado a remoção imediata da quadrilha para a capital, Teresina, que já está sendo realizada sob o comando do Subtenente da PM, Genivaldo da Silva Nery, que responde pelo expediente da Delegacia de Patos do Piauí. Mais detalhes sobre o caso deverão ser divulgadas logo mais nos principais meios de comunicação do Piauí.

Fonte: cidadesnanet.com