Rio: Polícia acha mais maconha e armas no Alemão

Os policiais disseram que os traficantes fizeram vários buracos nas paredes

Policiais civis encontraram no início da tarde de hoje (30) uma grande quantidade 350 quilos de maconha e dezenas de fuzis e metralhadoras escondidos em um porão em baixo de um barraco de madeira na localidade conhecida como Fazendinha, no Complexo do Alemão. Segundo agentes da 9ª Delegacia (Catete), a droga e as armas estavam dentro de sacos plásticos. O delegado Alan Luxardo comparou o depósito a um bunker.

Na Vila Cruzeiro, soldados do Batalhão de Operações Especiais (Bope) descobriram uma casamata usada pelos traficantes, no local conhecido como Quatro Bicas. A construção será explodida ainda hoje.

Os policiais disseram que os traficantes fizeram vários buracos nas paredes e os revestiram com canos de plástico duro (pvc) para poder apoiar o cano das armas e atirar contra a polícia. Segundo os soldados do Batalhão de Operações Especiais (Bope), do local os traficantes tinham uma visão privilegiada do principal acesso à Vila Cruzeiro.

Também hoje, os policiais da Delegacia de Roubos e Furtos de Automóveis localizaram um túnel de 400 metros de extensão. A passagem subterrânea segue por galerias pluviais que estão sendo construídas pelo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e teria sido usada para a fuga dos traficantes.

A Vila Cruzeiro e as 16 favelas do Complexo do Alemão, na Penha, são alvo de uma megaoperação das polícias militar e civil com o apoio das Forças Armadas para desmantelar o tráfico de drogas. A ocupação da Vila Cruzeiro começou na última quinta-feira (25) e do Complexo do Alemão, no domingo (28).

Fonte: Portal Meio Norte, www.meionorte.com