Polícia acha roça com 21 mil pés de maconha e prende quatro

Após denúncia anônima, a plantação foi localizada em uma roça, dividida em sete plantios

Enquanto no vizinho Uruguai se abrem as portas ao consumo de maconha, continuam no Brasil as ações de combate à erva, com a erradicação de 21 mil pés da planta nesta terça-feira, 13, em Jaguarari, na Bahia.

Após denúncia anônima, a plantação foi localizada em uma roça, dividida em sete plantios, que, segundo a polícia, estavam sendo irrigados pelos pernambucanos Renato Alves Granja, 21, Diego Neres e Silva, 23, Josiel Soares da Silva, 25, e Antonio Flaviano Granja Maia, 20, presos em flagrante por tráfico de drogas.

No local também foi localizado um litro e meio de sementes de maconha e 276 kg da droga pronta para o consumo. A polícia também apreendeu dois celulares, um gerador de energia e um motor à bomba, usado na irrigação.

É segunda grande apreensão de maconha feita pela polícia baiana em quatro dias. No sábado, em Salvador, foram encontradas 405 quilos da droga em uma oficina no bairro da Boca do Rio, onde estava a escondida um caminhão bitren carregado com a erva.

Foi preso o caminhoneiro Helvécio Luiz Semim, que estava em final de linha para entregar a carga. À polícia ele disse que receberia R$ 50 mil para levar a droga até do Mato Grosso do Sul até a capital baiana. A polícia investiga se a droga tenha vindo de fora do país e informou que ela está avaliada em cerca de R$ 500 mil. Para polícia, ele já teria feito o mesmo transporte mais vezes, pelo fato de o esquema ter sido bem planejado.

Fonte: Terra