Polícia apreende fuzil das Forças Armadas em Fortaleza

A arma apreendida é capaz de perfurar a carroceria blindada de um carro-forte

Um fuzil calibre 7. 62, de uso exclusivo das Forças Armadas e policiais, munição de grosso calibre, um silenciador para pistola e duas pessoas presas. Esse foi o resultado de uma operação da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF), na manhã de ontem, na periferia de Fortaleza. A Polícia investiga ainda se a arma apreendida ontem é um dos 12 fuzis furtados do Quartel do Comando Geral (QCG) da Polícia Militar, no dia 8 de outubro de 2007.

De acordo com o delegado Wilder Brito Sobreira, titular da DRF, a arma apreendida tem alto poder de fogo, sendo capaz de perfurar a carroceria blindada de um carro-forte. Brito afirmou que entrará em contato com a PM para que seja feita a perícia na arma, a fim de comprovar se, realmente, pertence àquela corporação.

Assaltos

Os inspetores daquela Especializada estavam há cerca de um mês investigando uma quadrilha responsável por assaltos contra carros-fortes, assim como roubos do tipo ?saidinha? e ?chegadinha? bancárias, ocorridos nos últimos meses na Capital. Ontem, os policiais localizaram a casa de um dos integrantes do bando, no bairro Jardim Castelão.

Os dois homens presos são Rogério Rodrigues, 36; e Luís Cláudio Ferreira da Silva, 43. Segundo a Polícia, Rogério fazia a segurança na casa de Ítalo Ferreira da Silva, um ´velho´ conhecido da DRF, acusado de roubos e de homicídio.

O segundo acusado, Luís Cláudio, é irmão de Ítalo. Em sua casa, foi encontrada uma motocicleta Honda Twister, que segundo a Polícia, foi usada no apoio a vários assaltos. A dupla foi autuada por porte ilegal de arma e munição de uso restrito, além de receptação.

Fonte: Diário do Nordeste, www.diariodonordeste.com.br