Polícia apreende telefone de Raí, suspeito de estupro a jovem no RJ

Raí teve celular apreendido por entrar em contradições com polícia

A Delegacia da Criança e do Adolescente Vítima (Dcav), responsável pelas investigações sobre o estupro coletivo de adolescente no Morro do Barão, no Rio, realizou uma operação, para cumprir um mandado de busca e apreensão em um endereço em Madureira, na Zona Norte da cidade.

Os agentes recolheram o celular de Raí de Souza, de 22 anos, preso por suspeita de envolvimento com o abuso da jovem. Segundo a polícia, o rapaz costumava passar algumas noites no local.

Inicialmente, Raí chegou a afirmar que o aparelho havia sido jogado fora. Em um primeiro momento, antes de ser detido, o rapaz também admitiu ter divulgado o vídeo em que a adolescente aparece nua e desacordada, além de ter as partes íntimas tocadas por um homem. Depois, Raí mudou a versão a alegou que as imagens teriam sido gravadas por um traficante conhecido como Jeffinho, que já teve a prisão pedida pela polícia.

Raí de Sousa
Raí de Sousa
Fonte: Com informações do G1