Polícia apura morte de bebê que caiu de varanda de hotel

Polícia apura morte de bebê que caiu de varanda de hotel

O corpo deve serálevado para Brasília, onde mora a família.

A polícia apura se o apart-hotel Paradiso, na Avenida das Américas, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio, tem responsabilidade no acidente com o bebê de um ano e quatro meses, que morreu ao cair de um vão da varanda do quarto andar, nesta sexta-feira (28). O responsável pelo hotel e também as autoridades que liberaram a construção do imóvel serão chamados para prestar depomento na 16ª DP (Barra da Tijuca).

Segundo a Polícia Civil, o corpo de Érico Salazar Padilha Tavares foi liberado, mas continua no Instituto Médico Legal. Por volta das 10h, a família estava no IML para autorizar a liberação. O corpo deve serálevado para Brasília, onde mora a família.

Os pais da criança e também o maleiro do hotel prestaram depoimento e deram a mesma versão para o caso. Segundo a polícia, eles chegaram ao quarto, o pai foi à porta levar o funcionário, após deixar as malas, e a mãe foi para a varanda com o filho. Ela teria se virado para falar com o marido quando a criança caiu através de um vão entre os vidros da varanda.

Fonte: G1