Polícia apura se menina foi estuprada por colegas em escola

Segundo a polícia, agressores teriam entre 11 e 12 anos.

A mãe de uma menina de 11 anos diz que sua filha foi vítima de estupro cometido por um grupo de garotos na Escola Municipal de Ensino Fundamental Maria Helena Faria Lima, no Jardim Brasil, na Zona Norte de São Paulo. O abuso teria ocorrido na quinta-feira (30). A Polícia Civil informou que vai investigar se o crime de fato ocorreu e qual a idade dos envolvidos.

De acordo com o delegado Pedro Luís de Souza, do 39º Distrito Policial, um dos envolvidos chegou a fazer uma foto e uma breve filmagem do ato. ?As imagens não são nítidas. Não dá para ver muita coisa. Uma relação de fato ocorreu, mas o laudo é que vai mostrar se houve violência?, disse o delegado.

A menina foi encaminhada a exames no Pérola Byington para a elaboração do laudo. Diferentemente do que a mãe da vítima acredita, a polícia diz que nenhum menor com mais de 12 participou do ocorrido e, por isso, o caso foi encaminhado para o Conselho Tutelar da Vila Maria. De acordo com o Código da Criança e do Adolescente, menores de 12 não são sujeitos a nenhuma medida socioeducativa.

O Conselho Tutelar tem dado auxílio à criança e à família dela. A menina irá passar por acompanhamento psicológico. Segundo o Conselho, a escola já entregou os laudos solicitados para apurar o ocorrido.

A Secretaria Municipal de Educação divulgou uma nota em que diz que ter aberto uma apuração preliminar para apurar a suposta agressão dentro da EMEF, que possui alunos do primeiro e do segundo ciclo.

Nota da secretaria

Veja na íntegra a nota divulgada pela Secretaria de Educação:

?A Diretoria Regional de Educação Jaçanã-Tremembé abriu apuração preliminar de fatos que teriam ocorrido na tarde de ontem (quinta-feira, 30) nas dependências da EMEF Maria Helena Faria Lima. E vai colaborar com a polícia para a total elucidação dos fatos.?

Fonte: G1