Polícia busca suspeito de matar estudante que ouvia funk no celular

Bruno Burgues se recusou a baixar volume e foi morto quando voltava da escola.

A polícia faz buscas pelo assassino de um adolescente que ouvia funk no telefone celular em um ônibus na Baixada Fluminense. O rapaz de 17 anos se recusou a diminuir o volume. O homem fugiu após dar três tiros na vítima.

O enterro de Bruno da Silva Burgues, pai de uma menina, aconteceu nesta quinta-feira (25). Após o sepultamento, a mãe do estudante, Josefa Batista da Silva, falou sobre o filho, morto a tiros na quarta-feira (24).

? Um garoto alegre, brincalhão, não fazia mal a ninguém. Foram fazer uma covardia dessa com o meu filho.

Era quase meia-noite quando o rapaz voltava da escola. Ele estava no fundo do ônibus que faz a linha Queimados - Campo Belo e ouvia funk no celular. Um outro passageiro reclamou do volume da música e pediu para ele baixar. Bruno se recusou.

Os dois discutiram e o homem deu três tiros nele. O autor dos disparos ordenou ao motorista que parasse o ônibus para ele descer e desapareceu. Policiais do 20º BPM foram acionados até a estrada do Mato Grosso esquina com a rua Antenor Francisco, no bairro de Campo Belo, em Nova Iguaçu, onde encontraram o ônibus.

A polícia, que também tenta obter imagens de circuito interno do coletivo, faz diligências na região em busca do assassino.

O motorista do veículo informou ter ouvido uma discussão no interior do coletivo e, em seguida, escutou três tiros. Os passageiros que estavam no veículo fugiram. A perícia foi feita no local logo após o crime.

Fonte: r7