Polícia Civil prende acusado de torturar e matar menina de 14 anos

O jovem de 19 anos estuprou e asfixiou a menina em casa.

No último sábado (16), a jovem Ana Beatriz Andrade, de 14 anos, foi morta com requintes de crueldade após ser estuprada e asfixiada na sua própria residência em Vila Isabel, zona Norte do Rio de Janeiro. Na madrugada desta terça, o suspeito de matar e torturar a vítima foi preso pela Divisão de Homicídios.

O acusado foi identificado como Gutenberg Rodrigues Minas, de 19 anos e foi indiciado pelos crimes de estupro e homicídio triplamente qualificado.

Uma amiga da família declarou que a tristeza é grande, mas a prisão do acusado ameniza a dor: “Apesar do clima de luto é um alívio para a gente saber que o criminoso que fez isso foi preso”, afirmou ela que disse não conhecer o suspeito.

A mãe da jovem afirmou que a encontrou a filha por volta das 13h com os pés e mãos amarrados. Ela chegou a ser socorrida mas não resistiu aos ferimentos e morreu no hospital.

Uma testemunha chegou a dizer à Polícia Civil que o pai da menina, um cabeleireiro que trabalha na Tijuca, tinha sido visto na comunidade no dia da morte, e que era pouco comum que ele frequentasse a região. Na DH, o homem ofereceu seu material genético para comprovar que não esteve na cena do crime.

Jovem foi torturada em casa (Crédito: Reprodução)
Jovem foi torturada em casa (Crédito: Reprodução)


Fonte: Com informações do Extra