Polícia continua investigando morte de estudante no MA

Há mais dúvida quanto a uma quarta ou até quinta pessoa envolvida no crime

Tr?s medidas importantes ser?o tomadas esta semana pelo delegado Jefrey Paula Furtado, que preside o inqu?rito que apura a morte do estudante Ivanildo Paiva Barbosa J?nior. Ele revelou que as investiga?es continuam at? a elucida??o completa do crime, embora tr?s acusados j? estejam presos, j? que acredita no envolvimento de outras pessoas no caso.

A primeira medida a ser adotada pelo delegado ser? levar Claudiomar Ferreira dos Santos, terceiro acusado de envolvimento na morte do estudante, ao local do crime para que ele mostre o lugar exato onde Ivanildo J?nior foi executado, a fim de que seja encontrada a bala que matou o estudante. Em seguida, Jefrey Furtado realizar? a acarea??o entre Claudiomar Ferreira com os policiais Ant?nio Abreu e Smailly Ara?jo. A ?ltima medida ser? a reconstitui??o do assassinato.

O delegado explicou que n?o h? mais d?vida quanto a uma quarta ou at? quinta pessoa envolvida nesse crime, entre elas o suposto mandante ou mandantes. A pol?cia n?o acredita na vers?o dada por Claudiomar Ferreira, de que a motiva??o do crime teria sido porque os dois policiais queriam roubar um carro, de prefer?ncia um Golf, que seria vendido inteiro ou desmontado. Ivanildo J?nior estava com um desses ve?culos.

?N?o h? mais d?vida quanto ? participa??o de Claudiomar no crime, uma vez que ele contou com riqueza de detalhes o que aconteceu, inclusive, dizendo que Ivanildo J?nior foi barbaramente torturado antes de ser executado e enterrado em uma cova rasa. Falta agora ele dizer o local exato?, disse o delegado.

Fonte: Imirante