Polícia detém suspeito de disparar contra delegacia no Maranhão

Polícia detém suspeito de disparar contra delegacia no Maranhão

Ele é suspeito de ataque a delegacia no bairro de São Francisco, em São Luís.

Foi detido nesta terça-feira (7) um suspeito de ter atirado na sexta (3) contra a delegacia do bairro de São Francisco, em São Luís. De acordo com informações da Secretaria de Segurança Pública do Maranhão (SSP), o homem foi detido no bairro de Sá Viana, na capital. Ele foi identificado como Robenilson Carlos da Silva Martins, de 23 anos, e encaminhado ao 5° Distrito Policial, no bairro do Anjo da Guarda.

Os ataques a ônibus e a duas delegacias deixaram cinco feridos; entre eles, duas crianças. Na manhã de segunda-feira (6), a menina Ana Clara Santos Sousa, de 6 anos, morreu no Hospital Juvêncio Matos, após ter 95% do corpo queimado.

A onda de atentados começou depois de uma operação realizada pela Tropa de Choque da Polícia Militar no Complexo de Pedrinhas, em São Luís, com o objetivo de diminuir as mortes nas unidades prisionais do estado. Na quinta-feira (2), dois presos foram encontrados mortos em Pedrinhas. Apenas em 2013, de acordo com o relatório do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) entregue no dia 27 de dezembro, 60 detentos morreram em presídios do Maranhão.

Nos ataques de sexta-feira, quatro ônibus foram incendiados na Vila Sarney Filho, em São José de Ribamar, na região metropolitana de São Luís; na Avenida Kennedy, no João Paulo e na Avenida Ferreira Gullar, na capital. Além disso, duas delegacias (no São Francisco e na Liberdade) foram alvo de tiros na cidade.

Em entrevista nesta terça-feira ao Bom Dia Mirante, a delegada-geral da Polícia Civil do Maranhão, Cristina Resende, afirmou que os chefes de facções criminosas envolvidos nos ataques serão transferidos ainda esta semana para presídios federais.

Fonte: G1