Polícia divulga fotos do casal suspeito de matar mãe e filha

Polícia divulga fotos do casal suspeito de matar mãe e filha

Anderson Nascimento (Dinho) e Daniele são procurados pela polícia.

Após a identificação dos nomes, a Polícia Civil do Rio Grande do Norte também divulgou as fotos do casal suspeito de matar, a tiros e facadas, mãe e filha na zona Oeste de Natal. O crime aconteceu no último sábado, dia 24, no bairro das Quintas.

Ainda segundo a polícia, Anderson Elias do Nascimento, de 26, e sua companheira, uma mulher identificada apenas como Daniele, são considerados foragidos. Os dois são apontados pelo delegado Raimundo Lucena, da 7º DP, como os assassinos de Lorrana Vicente do Nascimento, de 29 anos, e sua filha, Jasmim Lorrana Nascimento Santos Lopes, de 8 anos.

Ainda de acordo com o delegado, a identificação do casal veio após cinco dias de investigações. ?A mãe foi morta a tiros pelo Dinho (como é mais conhecido Anderson do Nascimento). Já a filha, teve o pescoço esfaqueado por Daniele?, afirmou Lucena.

O vice-diretor da Penitenciária Estadual de Alcaçuz, Cleidson Câmara, confirmou que Dinho é foragido da unidade desde janeiro de 2009. ?Ele recebeu indulto natalino no dia 24 de dezembro de 2008 e deveria ter retornado no dia 6 de janeiro, mas não o fez?, confirmou. Ainda segundo o vice-diretor, ele cumpria pena de 13 anos por homicídio. ?Ele cometeu um assassinato e foi preso em 25 de setembro de 2005?, acrescentou.

Vizinhos das vítimas relataram ao delegado que Daniele discutia frequentemente com Lorrana e a menina acabava se envolvendo nas brigas. ?Testemunhas contaram que, ao sair da residência de Lorrana, Daniele gritou: - sangrei uma galinha!, se referindo à criança?, revelou o Raimundo Lucena.

A Polícia Civil também pede a ajuda da população para tentar localizar o casal foragido. Qualquer informação sobre o paradeiro da dupla pode ser repassada ao Disque Denúncia através do número 181.

O crime

O duplo homicídio aconteceu na madrugada do sábado, dia 24. O comandante geral da Polícia Militar, coronel Francisco Araújo Silva, contou que a polícia foi acionada por volta de 2h, quando vizinhos ligaram dizendo que haviam ouvido barulhos de disparos de arma de fogo. Quando as viaturas chegaram ao local, os policiais se depararam com os corpos da mãe e filha debruçados sobre a cama, no quarto da casa. ?A mãe tinha perfurações feitas à bala na cabeça. A menina, golpes de faca", confirmou o coronel.

?Disseram que este Dinho era ex-companheiro da Lorrana, mas depois descobrimos que não. Ele tinha outra companheira. Vizinhos relataram que esta mulher e a Lorrana não se davam bem e tinham uma rixa. Soubemos também que o suspeito passou o dia bebendo e fazendo ameaças à vítima?, disse o coronel Araújo.

Na casa do suspeito, ainda de acordo com a Polícia Militar, que fica praticamente muro com muro com a residências das vítimas, foram encontradas 29 pedras de crack e uma faca banhada a sangue, além de vários objetos utilizados em rituais de magia negra, como facas, garrafas de cachaça, castiçais e velas pretas.

Fonte: G1