Polícia diz como descobriu falsos fiscais da Eletrobras

Polícia diz como descobriu falsos fiscais da Eletrobras

A quadrilha chegou a faturar R$ 3 mil no golpe

O tenente Luz, da Polícia Militar, afirmou à Rede Meio Norte nesta quarta-feira, 29, que os envolvidos no Golpe do Lacre que estava sendo aplicado em Teresina foram entregues por um dos integrantes da quadrilha. ?Ele não tinha documentação quando estava aplicando o golpe na residência de um policial. Foi dada a ordem de prisão para ele, foi quando ele começou a entregar outros indivíduos. A própria segurança da Eletrobras-PI começou a nos ajudar.?

Segundo o tenente a documentação era conseguida com empresas terceirizadas onde trabalhavam três dos envolvidos, ?por esta razão eles conseguiam lacres novos?.

Ao todo, quatro pessoas foram presas sob acusação de aplicarem golpes a clientes. Os suspeitos faziam o reconhecimento das residências nos bairros e tinham como preferência era fazer de vítimas os idosos e também pessoas que moravam sozinhas.

A ação, conhecida como ?O Golpe do Lacre? que rendeu aos praticantes aproximadamente R$ 3 mil.

O lacre dos medidores de energia era quebrado e as vítimas do golpe eram levadas a R$ 50,00 ou pagavam uma multa no valor de R$ 2 mil. O esquema foi descoberto pela Policia Militar quando o golpe foi aplicado na residência de um sargento da PM.

?Eu pedi a identidade funcional. Ele disse que não tinha porque tinha deixado em casa?, disse o sargento. A Eletrobras não tem nada a ver com essa situação.

Os integrantes usavam, segundo a Polícia, o fardamento de uma empresa de nome Eletrocon. Ao todo, quatro pessoas foram presas. Três eram terceirizados da Eletrobras, agindo sem a prévia autorização da empresa.

Fonte: Denison Duarte