Polícia diz que mulher que matou pai e bebeu sangue queria vingança

Mulher que matou pai e bebeu o sangue agiu por vingança,diz polícia

A suspeita de matar o próprio pai e beber seu sangue, Rosângela dos Santos de Aguiar, de 22 anos, teria agido por vingança, segundo a Polícia Civil.  Ela e mais quatro pessoas foram detidas acusadas de participarem do assassinato de Geraldo Rivaldo de Aguiar, de 45 anos, na Paraíba.


Image title

Rosângela foi à zona rural da cidade acompanhada de Kalleo Bruno Benedito Rosendo, de 23 anos, José Carlito de Sousa, de 26, o mototaxista Alexandre Carneiro de Sousa, de 34, e uma adolescente de 16 anos. Os dois primeiros homens teriam atirado na vítima; o mototaxista teria ajudado a transportar o grupo e a adolescente teria dado cobertura. Já Rosângela, teria pegado uma das armas dos comparsas, disparado contra o pai e tentado degolá-lo.

A mulher confessa o crime e afirma que o cometeu para se vingar do pai porque teria sido estuprada quando era criança. Ela afirmou que queria cortar a cabeça dele e enfiá-la em uma estava, mas não conseguiu. Ela também conta que bebeu o sangue do pai e que não se arrepende do crime.

A polícia investiga se o assassinato foi cometido por vingança por causa do abuso sexual, mas não descarta a motivação por dinheiro. Aguiar teria vendido gado e recebido dinheiro. A filha teria pedido a quantia, mas o pedido foi negado. Na delegacia, a mãe da suspeita não negou nem confirmou a versão da filha e acabou passando mal. Ela e outras pessoas devem ser ouvidas esta semana pelo delegado Ilamilto Simplicio da Silva, titular da Delegacia de Casserengue.


Fonte: Com informações do R7