Padrasto mata enteado por criança de1 ano usar fraldas, informa polícia

O menino de 1 ano e 10 meses foi torturado em uma bacia com água

Everaldo Gomes dos Santos, de 29 anos, preso suspeito de matar o enteado de 1 ano e 10 meses em Pedra de Guaratiba, na zona oeste do Rio, disse em depoimento na Delegacia de Pedra de Guaratiba (43ª DP) que matou o bebê porque não queria mais que ele usasse mais fralda, conforme contou o delegado Roberto Cardoso.

Ainda segundo o delegado, o crime começou quando o suspeito colocou a criança de castigo em uma bacia com água. O enteado, Nicolas, evacuou na água e irritou o padrasto, que o estrangulou.

A mãe da criança foi ameaçada pelo autor do crime e mentiu para os policiais, alegando que a criança havia morrido engasgada.

Everaldo Gomes dos Santos vai responder por homicídio qualificado. Ele já tinha passagens pela polícia.

Segundo a polícia, Everaldo Gomes dos Santos tentou fugir após o assassinato.

Fonte: r7