Polícia embarca em busca de suspeito de matar vendedora

Polícia embarca em busca de suspeito de matar vendedora

Polícia Civil ainda aguarda resultado de exames de impressões digitais.

O delegado Alexandre Polito, do setor de Homicídios da delegacia Seccional de Carapicuíba, na Grande São Paulo, e a sua equipe embarcaram na tarde deste sábado (27) para buscar o suspeito de ter estuprado e matado a supervisora de vendas Vanessa Vasconcelos Duarte, de 25 anos, em fevereiro, na cidade de Vargem Grande Paulista, Grande São Paulo. A Polícia Civil aguarda o resultado de exames de impressões digitais para pode confirmar oficialmente se o homem detido em SE é mesmo "Buda".

?Ainda não tivemos acesso aos exames que vão comprovar identidade do suspeito, mas temos 99% de certeza de que se trata dele?, afirmou Polito, por telefone, ao G1.

Considerado um dos mais procurados pela polícia paulista, Edson Bezerra Gouveia, de 35 anos, conhecido como ?Buda? ou ?Gigante?, morava perto da casa da vítima, em Barueri, na região metropolitana de SP. Ele estava em regime semiaberto no presídio de Tremembé, no interior de SP, quando teria cometido o crime.

Segundo a polícia de Sergipe afirmou ao G1 neste sábado, ?Buda? foi preso após uma denúncia anônima. Policiais foram a um sítio na cidade, que fica a 120 km de distância da capital Aracaju, e confirmaram que o suspeito de matar Vanessa tinha uma tatuagem de ?pantera?, como fora divulgada pela investigação em São Paulo.

De acordo com a PM sergipana, ?Buda? confessou o assassinato de Vanessa ao ser interrogado na delegacia. A assessoria de imprensa da Secretaria de Segurança Pública (SSP) informou que o suspeito deve chegar a São Paulo ainda no domingo (28).

O crime

No dia 12 de fevereiro, a supervisora de vendas saiu de casa com o carro do noivo para se encontrar com amigas, em Barueri. No mesmo dia, os policiais encontraram o veículo abandonado.

O corpo da vítima foi localizado um dia depois, em um matagal, em Vargem Grande Paulista, com sinais de violência e seminua.

O cunhado dele, que também suspeito de participar do assassinato de Vanessa, foi preso no início da semana.

Fonte: g1, www.g1.com.br