Polícia encontra mais objetos usados em tortura da manicure Ane Kelly

Polícia encontra mais objetos usados em tortura da manicure Ane Kelly

A jovem de 26 anos morreu depois de ser agredida por horas em Barueri

A Polícia Civil encontrou novos objetos usados durante a sessão de tortura que matou Ane Kelly Santos, de 26 anos. Após as agressões, ela foi enterrada viva em Barueri, na Grande São Paulo.

Segundo a Polícia Civil, os objetos estavam jogados embaixo do sofá e não foram encontrados durante a perícia.

Os suspeitos utilizaram o martelo e o facão em várias partes do corpo da manicure. Já o garfo foi usado para arrancar um de seus olhos.

Depois da tortura, que durou mais de três horas, Ane Kelly foi enterrada viva em um terreno baldio.

A motivação do crime seria o furto do dinheiro de um dos suspeitos, cerca de R$ 27 mil. A manicure foi sepultada na terça-feira (13) em Carapicuíba, na região metropolitana de São Paulo.

Fonte: r7