Polícia encontra vestígios de sangue no sítio e no carro do goleiro Bruno do Flamengo

Polícia encontra vestígios de sangue no sítio e no carro do goleiro Bruno do Flamengo

Ainda não se sabe, porém, se o sangue é de Eliza Samudio, ex-namorada do goleiro

De acordo com a rádio CBN, a polícia mineira confirmou nesta terça-feira que foram encontrados vestígios de sangue durante perícia realizada no sítio do goleiro Bruno, em Esmeraldas (Minas Gerais). O produto químico luminol revelou manchas de sangue na sala do sítio e em partes do carro do goleiro, apreendido no início do mês em uma blitz por causa de documentação irregular. Ainda não se sabe, porém, se o sangue é de Eliza Samudio, ex-namorada do goleiro que está desaparecida há três semanas. Roupas queimadas também teriam sido encontradas no local. O motorista de Bruno, Cleyton Gonçalves da Silva, presta depoimento à polícia no início da tarde desta terça-feira.

A delegada Alessandra Wilke, que concentra as investigações do caso, chegou no início desta tarde à Divisão de Homicídios de Contagem (DHC), na Região Metropolitana de Belo Horizonte. A delegada não quis falar com a imprensa. É grande a movimentação de jornalistas na porta da delegacia. Ainda não há informações sobre o horário que a polícia voltará ao sítio do jogador, no distrito de Esmeraldas, também na Grande Belo Horizonte, para retomar as buscas pelo corpo de Eliza.

Também é grande a movimentação de curiosos e de profissionais de imprensa no portão do condomínio Turmalinas, onde fica o sítio de Bruno. A casa do goleiro é uma das mais sofisticadas do condomínio: tem dois andares e possui um amplo jardim, com playground para crianças, piscina e até um campo de futebol. A casa está aparentemente vazia: nenhum caseiro foi visto no local.

Delegado diz que indícios apontam envolvimento de jogador

De acordo com o delegado do Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa da Polícia de Minas Gerais (DHPP-MG), Edson Moreira, todos os indícios levam a crer que o jogador esteja envolvido no desaparecimento da estudante, mãe de uma criança de 4 meses que seria filho do goleiro. O delegado disse ainda que não há um prazo para dar fim às investigações sobre o desaparecimento.

(Vídeo: grávida de cinco meses, Eliza Samudio revelou que o goleiro Bruno a ameaçara de morte)

- Achamos vários indícios que envolvem o Bruno com o desaparecimento da moça (Eliza). É uma carta na manga que nós temos e estamos aguardando o momento certo para trabalhar em cima disso. Não adianta trabalhar com hipóteses. Isso não pode existir neste momento. É preciso ter calma em uma investigação deste tipo e desta natureza. Temos de ir devagar, qualquer coisa que for dita pode atrapalhar nas investigações. Mas quando se puxa uma prova, as outras vão aparecendo naturalmente. Isso acontece nesse tipo de caso - explicou Edson Moreira.

Indagado se Bruno realmente estaria envolvido no desaparecimento, o delegado afirmou ao Lancenet!:

- Você está completamente certo nesta questão - disse.

Ainda segundo o Lancenet!, um mandado de prisão preventiva pode ser emitido a qualquer momento para o goleiro Bruno, o amigo Macarrão, e um homem conhecido como Jorge. O atleta foi procurado na noite desta segunda-feira por pessoas próximas e não retornou às ligações em seu telefone celular. Também não teria sido encontrado em sua residência.

Nesta segunda-feira, a polícia encontrou fortes indícios de que Eliza Samudio, de 25 anos, esteve no sítio do goleiro Bruno, em Esmeraldas , na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Com mandado judicial , os investigadores entraram na propriedade, onde encontraram objetos que seguiram para perícia. Todas as testemunhas encontradas no local negaram a presença da mulher na casa . Ainda nesta segunda-feira, Bruno foi afastado de atividades do Flamengo .

Fonte: Extra, extra.globo.com