Polícia estoura bingo e prende suspeito ligado à máfia

Suspeito controlava contabilidade de máquinas em bares de Bonsucesso (RJ).

Ao estourar um bingo em Bonsucesso, no subúrbio do Rio, agentes da Delegacia de Repressão a Crimes Fazendários, da Polícia Federal (PF), prenderam, na noite de terça-feira (1º), um suspeito de ser o braço direito da máfia dos caça-níqueis na região da Leopoldina, que cumpre liberdade condicional por crime cometido em São Paulo e denunciado em 2009.

No local onde funcionava o bingo, policiais encontraram 30 máquinas caça-níqueis, em funcionamento. A gerente da casa foi presa em flagrante pelo crime de exploração de produtos de contrabando.

Mesmo depois de fechado o local, os policiais permaneceram na região para prender o responsável pelo bingo, que chegou logo em seguida. Com ele, os agentes apreenderam cinco celulares, R$ 3.500, planilhas da contabilidade dos caça-níqueis instalados em vários bares de Bonsucesso, além de equipamentos de informática para repor peças das máquinas.

Segundo a PF, o suspeito foi autuado por exploração de contrabando e formação de quadrilha.

Fonte: g1, www.g1.com.br