Polícia: Extrativistas foram mortos a pedido de fazendeiro, no PA

Polícia: Extrativistas foram mortos a pedido de fazendeiro, no PA

O casal foi assassinado a tiros por dois pistoleiros na estrada que dá acesso ao assentamento de extrativistas Praialta Piranheira

Um fazendeiro conhecido como José Rodrigues é apontado pela Polícia Civil do Pará de ser o mandante do assassinato do casal de extrativistas José Cláudio Ribeiro da Silva e Maria do Espírito Santo, em Nova Ipixuna, no sudeste do Estado. Rodrigues teve a prisão preventiva solicitada à Justiça da comarca do município. As informações são do jornal O Estado de S.Paulo.

O casal foi assassinado a tiros por dois pistoleiros na estrada que dá acesso ao assentamento de extrativistas Praialta Piranheira. Segundo a polícia, o fazendeiro teria encomendado o crime por R$ 5 mil. Ontem, foram divulgados os retratos falados de dois suspeitos. O motivo do crime seria o fato de Rodrigues ter comprado lotes de terra destinados a vários assentados para expandir sua criação de gado na área. Ele é proprietário de uma fazenda vizinha aos limites do assentamento dos extrativistas. Ao tomar conhecimento da negociação dos lotes, José Cláudio teria impedido a venda, ordenando que os assentados permanecessem nos lotes. Mesmo sem qualquer ordem judicial, Rodrigues foi ao assentamento acompanhado de policiais, com o objetivo de expulsar os agricultores dos lotes que desejava comprar. Entretanto, ao saber do fato, o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) informou que os lotes pertenciam ao assentamento. Com a frustração de seus planos, segundo uma testemunha, o fazendeiro teria afirmado que o casal, mais cedo ou mais tarde, pagaria caro pela perda dos lotes

Fonte: Terra