Polícia Federal apreende 170 kg de maconha vinda de Pernambuco para venda em SLZ

A droga vinha do Pernambuco e seria comercializada por traficantes em SLZ

Mais de 170 kg de maconha trazidos de Pernambuco para venda em São Luís foram apreendidos na manhã deste sábado (13) pela Polícia Federal.

Maria Sueline Teixeira Araújo, a Poquinha, de 23 anos, acusada de envolvimento no assassinato de José Nilton Falcão Correia, em crime ocorrido na madrugada de 20 de abril deste ano, em Itapecuru-Mirim, conseguiu o benefício de um habeas corpus, solicitado por seu advogado Juarez Santos. A decisão foi da 2ª Câmara Criminal, do Tribunal de Justiça do Maranhão.

ACUSADA LIBERADA

O crime teria acontecido em concurso de pessoas, tendo Poquinha recebido o auxílio de seu irmão Raimundo Teixeira Araújo e seu namorado, Marco Aurélio Barbosa Viana. Os acusados teriam matado a vítima a pauladas, depois de um desentendimento em uma bebedeira na qual todos participavam.

No pedido de habeas corpus, defendido em tribuna pelo criminalista, foi alegada primariedade e residência no distrito da culpa, não havendo necessidade de mantê-la em cárcere durante o andamento do processo. ?Até por que, sendo o crime da competência do júri popular, quem irá decidir a sua sorte será a comunidade de Itapecuru-Mirim?, sustentou o advogado, indagando que, ?se for absolvida pelo Conselho de Sentença, quem irá reparar o tempo em que ela permaneceu presa, desnecessariamente??.

A defesa sustenta a tese de que a vítima não foi morta em confronto com Poquinha e seus pares, mas quando corria, para se armar em sua casa e voltar ao local da bebedeira. Segundo apuração da defesa, José Nilton estava sob efeito de bebida alcoólica e teria colidido com um poste, sendo esta a causa do traumatismo.

Fonte: Imirante