PF fecha gráfica suspeita de emitir selos falsos dos Correios

PF fecha gráfica suspeita de emitir selos falsos dos Correios

Segundo os policiais, grupo emitia 2 milhões de selos falsos por mês. Apenas na última semana, 500 mil correspondências foram apreendidas.

A Polícia Federal fechou, na tarde desta sexta-feira (11), uma gráfica de Curitiba por suspeita de emitir selos falsos dos Correios. De acordo com os policiais, a empresa emitia mais de 2 milhões de selos falsos por mês, que geraram prejuízo de aproximadamente R$ 3 milhões a estatal.

Na ação, duas pessoas foram presas, por suspeita de envolvimento com a gráfica. De acordo com a PF, a operação ilegal foi um dos maiores derrames de selos falsos já registrados no Brasil. Apenas na última semana, mais de 500 mil correspondências com os selos irregulares foram apreendidas.

De acordo com a lei que regula a atividade de serviços postais no Brasil, a falsificação de selos ou vales postais é crime e pode resultar em até oito anos de prisão e pagamento de multa. Além desse crime, os suspeitos foram indiciados também por formação de quadrilha, falsificação de documento público e pelo uso de documentos falsificados.

Os dois homens devem permanecer presos na sede da PF, em Curitiba, a disposição da Justiça.

Fonte: G1