PI: Polícia identifica mais um envolvido na morte de cantor

Uma delas é Tiago Osório Cavalcante, de 22 anos, que está preso há pouco mais de três meses

O delegado Especial da polícia civil, Tales Gomes, afirmou que duas pessoas envolvidas no homicídio do cantor, Edimar Bringeo, de 46 anos, já foram identificadas. Uma delas é Tiago Osório Cavalcante, de 22 anos, que está preso há pouco mais de três meses. Conforme as investigações ele pilotava a moto usada pala levar e tirar o executor da cena do crime.


Polícia identifica mais um envolvido na morte de cantor no Piauí

?Tem uma pessoa que está em liberdade que a gente vai providenciar a captura dela para poder finalizar o caso?, disse Tales Gomes em entrevista a rádio Cidade Modelo FM. O delegado frisou que no caso da execução de Edimar Bringeo a parte da execução já está definida com os executores identificados.

A partir de agora, além de tentar capturar o pistoleiro que executou o seresteiro, a polícia civil começará a trabalhar a segunda parte do inquérito: identificar o mandante do crime. Em relação aos motivos da morte, Tales Gomes, revelou que já existe uma linha de investigação.

?A gente já tem um segmento que a gente está ligando a essa investigação. Agora maiores detalhes só a partir da prisão. Quando a gente fizer a prisão a gente vai dar todo o esclarecimento. Assim como a gente fez no caso do açougueiro Pedro Sabino, no caso do Epaminondas. No momento certo a gente vai fazer. Não Está no esquecimento. Eu particularmente me cobro muito a cerca dessa ocorrência. E ela foi iniciada pelo delegado, Divanilson [Sena] e a gente sempre está conversando para poder dar uma solução satisfatória dessa ocorrência. Não está esquecido não o caso?, ponderou o delegado Especial.

Ele justificou a demora na finalização do inquérito pelo fato de haver uma preocupação em si fazer todos os trâmites legais sem cometer nenhum eventual atropelo. Tales Gomes explicou que essa é uma forma de deixar o inquérito mais sólido perante a Justiça. O mesmo ressaltou que a principal dificuldade está sendo formalizar algumas informações que já estão de posse da polícia.

?Não adianta eu ter a informação se ela não vai ser formalizada. Por mais que algumas dessas pessoas que são dessa quadrilha que tinha aí, e que tratava especificamente de homicídio, estejam presas, mas essas pessoas ainda impõem muito medo nas pessoas. Então minha dificuldade é na questão da formalização da informação. Mas devagarzinho eu estou conseguindo as informações para poder deflagrar uma operação e fazer a prisão que está faltando. A questão mais é essa?, finalizou Tales Gomes.

No próximo dia 15 de janeiro a execução de Edimar Bringeo completará oito meses. Ele foi executado com um tiro à queima roupa na nuca quando jogava baralho com amigos. O crime aconteceu no Bar do Noêmio, na Travessa João Paulo II, no bairro Bomba, na noite do último dia 15 de maio. De acordo com testemunhas, o executor entrou no bar, pediu uma dose e em seguida assassinou o cantor. O acusado fugiu pela PI 238 com um comparsa em uma motocicleta.

Fonte: cidadesnanet