Polícia investiga roubos durante "rolezinho" em shopping

Um jovem foi encaminhado para a Vara da Infância e Juventude suspeito de roubar um aparelho celular de um homem no último sábado

A 65º Distrito Policial de São Paulo abriu um inquérito para apurar infrações cometidas durante um chamado "rolezinho" no Shopping Metrô Itaquera, na zona leste de São Paulo, no último sábado.

Segundo o delegado Luiz Antônio da Cruz, um jovem foi encaminhado para a Vara da Infância e Juventude suspeito de roubar um aparelho celular de um homem no último sábado. O aparelho foi encontrado sob posse do adolescente.

As autoridades também estão apurando a participação de outras pessoas no roubo deste cliente e também de seu irmão, que teve uma corrente e uma carteira levadas. Os dois teriam sido rodeados por um grupo de jovens e tiveram pertences seus levados. Caso os envolvidos sejam adolescentes, eles também serão encaminhados à Vara da Indância e Juventude.

A polícia requisitou as imagens das câmeras de segurança do shopping para apurar os acontecimentos do último sábado. Segundo o delegado, caso as imagens indiquem que outros crimes foram cometidos, eles também serão apurados.

Os chamados "rolezinhos" se tornaram uma polêmica recente devido a grande aglomeração, usualmente de forma pacífica, de jovens das periferias de São Paulo em centro comerciais. Segundo o delegado Cruz, o objetivo do inquérito não é criminalizar os rolezinhos, apenas apurar as infrações que ocorreram durante o evento.

"Ninguém está querendo tirar o direito constitucional de ir e vir, desde que pacificamente", disse. "Ninguém está dizendo que eles não podem participar, ver as meninas, beijar, abraçar. O que não pode é subir na mesa, promover correria", acrescentou.

Fonte: Terra