Polícia investiga se escritor morreu ao reagir a assalto

Um telefone celular e um cheque de R$ 130 foram levados da casa da vítima

A polícia investiga se o escritor paranaense Wilson Bueno foi morto ao reagir a um assalto no último domingo (31).

Ainda não suspeitos, mas, de acordo com a Delegacia de Furtos e Roubos de Curitiba, o telefone celular e um cheque de R$ 130 da vítima sumiram. O corpo de Bueno foi encontrado caído no escritório da casa onde morava, na capital do Paraná.

A polícia aguarda depoimentos de parentes do escritor, a serem colhidos na quarta-feira (2). O enterro que acontece nesta terça-feira (1°), às 17h, no cemitério Santa Cândida, em Curitiba.

Facada matou escritor

Uma funcionária encontrou o corpo de Wilson Bueno no domingo, na casa dele, no bairro de Santa Cândida, na zona sudoeste de Curitiba. A vítima morreu com uma facada no pescoço.

Wilson Pinto Bueno nasceu em 1949, em Jaguapitã, cidade a 444 km de Curitiba. O escritor trabalhava em seu 13° livro. Ele atuou como jornalista do jornal O Estado do Paraná e foi colaborador do caderno de cultura do jornal O Estado de São Paulo. Lançou em 2007 o livro O Copista de Kafka, pela editora Planeta.

Fonte: R7, www.r7.com