Polícia investiga tráfico e detém dezenas de estudantes

Polícia investiga tráfico e detém dezenas de estudantes

Vinte pessoas foram levadas à delegacia, segundo a polícia

A polícia deteve 20 pessoas, a maioria universitários da Universidade Presbiteriana Mackenzie e da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo, em um ponto de consumo de drogas na Rua Dr. Cesário Motta Júnior, esquina com a Rua Maria Borba, em Higienópolis, região Central de São Paulo, nesta sexta-feira (18). Segundo o delegado Osvaldo Nico Gonçalves, do Garra, aproximadamente 80 pessoas foram abordadas e, dessas, 20 acabaram levadas para o Departamento de Investigações Sobre o Crime Organizado (Deic) porque portavam drogas.

Em nota, a Universidade Presbiteriana Mackenzie afirmou que não tem ingerência em ações ocorridas em espaço público (leia abaixo). Procurados por telefone por volta das 18h, nenhum representante da Faculdade de Ciências Médicas Santa Casa de São Paulo foi encontrado pela reportagem.

De acordo com a polícia, cinco dos presos são traficantes, sete são usuários de drogas e o restante está sendo averiguado. A ação ocorreu por volta das 15h após investigações realizadas nos últimos 40 dias para identificar suspeitos de consumo e tráfico de entorpecentes.

No local, havia pessoas usando maconha, cocaína, crack e lança-perfume. Segundo o chefe dos investigadores do Garra, Rodrigo Fukuoka, há um menor de 18 anos entre os detidos. Os outros têm entre 18 e 25 anos e são de classe média.

Veja a íntegra da nota do Mackenzie:

"O Mackenzie tomou ciência dos fatos ocorridos na Rua Maria Borba, local onde a polícia efetuou uma blitz. Destacamos que o episódio aconteceu fora das dependências do campus e, portanto, a Instituição não tem ingerência em ações ocorridas em espaço público.

O Mackenzie habitualmente desenvolve campanhas antidrogas em seus campi, com o objetivo de orientar os alunos sobre os malefícios no uso de drogas tanto ilícitas, quanto lícitas. Neste ano, a campanha ?Caia na Real?, também divulgada extramuros, ou seja, fora dos campi, visa prevenir o consumo do tabaco e do álcool, além das drogas ilícitas. A iniciativa foi feita em conjunto com o MackVida, programa vinculado ao Decanato de Extensão que tem como objetivo principal a prevenção no seu sentido amplo, oferecendo informação, orientação e apoio às necessidades de ordem relacional, de aprendizagem e psicológica. A Chancelaria da Instituição também participa da iniciativa a quem cabe o apoio espiritual de alunos, funcionários e professores."

Fonte: g1, www.g1.com.br