Polícia italiana acha bilhetes de suposto assassino de brasileira

Polícia italiana acha bilhetes de suposto assassino de brasileira

Ex-modelo amazonense de 50 anos foi encontrada morta em sua casa em Módena

A polícia italiana encontrou bilhetes e um vídeo nos quais o aposentado Stefano Moruzzi confessa ter assassinado a brasileira Maria de Assis Cibele Johnson, sua ex-namorada.

As evidências foram encontradas nesta quarta-feira em uma casa na cidade italiana de Bolonha. Nos bilhetes, o italiano usa frases desconexas para fazer referência à sua relação com a vítima. Já no vídeo, ele confessa o crime e afirma ter feito "coisas horríveis".

Moruzzi, de 61 anos, se matou na terça-feira em sua casa perto de Bolonha, depois de ter assassinado algumas horas antes a brasileira.

O vídeo, de acordo com os investigadores, estava em um gravador analógico, encontrado na cama, junto com um refil de arma com oito balas. No total, os policiais encontraram 12 projéteis calibre 9x21, e os cartuchos dos dois tiros disparados pelo homem no quarto, sendo um para o ar e um contra ele mesmo.

A ex-modelo amazonense Maria de Assis Cybele Johnson, 50 anos, foi encontrada morta em sua casa em Módena, na Itália, na terça-feira. O corpo da brasileira deve chegar a Manaus até a sexta-feira para ser velado e enterrado.

De acordo com um parente da ex-modelo que não quis se identificar, Tassoni teria ligado para a mãe de Maria, Cibele, para avisar que havia assassinado sua filha na manhã de terça-feira. Tassoni ainda teria enviado mensagens pelo celular avisando que teria assassinado Cybele para amigos.

Segundo o site do jornal italiano Corriere di Bologna, Tassoni teria se suicidado com a mesma arma com que teria supostamente matado a ex-modelo assim que policiais chegaram a sua casa.

Amigo próximo da ex-modelo, o colunista social de Manaus Pedrinho Aguiar cobriu há um mês a festa dos 50 anos de Maria de Assis, que era conhecida como Cybele Johnson, em Manaus. "Ela estava radiante como sempre. Mas estava magoada com a história do ex-namorado, que era casado. Ela tinha terminado o namoro e queria seguir sua vida, só que ele não aceitava o fim do relacionamento", contou.

Fonte: IG