PMA: apreende 20kg de lagosta vendida de forma ilegal; saiba

PMA: apreende 20kg de lagosta vendida de forma ilegal; saiba

Crustáceo está em período de defeso até o dia 31 de maio.

Um homem foi detido por comercializar lagosta de forma irregular, na tarde deste sábado (21), na feira livre de Laranjeiras, no município da Serra, Grande Vitória. Segundo a Polícia Ambiental, foram apreendidos 20kg do produto, que está em período de defeso até o dia 31 de maio, portanto, é proibida sua comercialização. O homem foi encaminhado para o Departamento de Polícia Judiciária (DPJ) da Serra e foi liberado após o pagamento de fiança.

De acordo com a polícia, as lagostas apreendidas serão doadas a entidades filantrópicas. O comerciante também vai receber uma multa aplicada pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

O período de defeso é caracterizado pela proibição do transporte, estocagem, comercialização, beneficiamento e industrialização dos animais, que estão em período de reprodução. O crime pode gerar pena de 1 a 3 anos de detenção.

A Polícia Militar Ambiental alerta que o consumidor também tem um papel importante na conservação do crustáceo, não devendo comprar lagostas abaixo do tamanho mínimo (13 cm de cauda para a ?lagosta vermelha? e 11 cm de cauda para a ?lagosta-cabo-verde?), bem como deve exigir do comerciante o comprovante de que apresentou declaração de estoque junto ao Ibama.

Fonte: G1