Polícia recebe denúncia de ritual com criança em cemitério; confira

Polícia recebe denúncia de ritual com criança em cemitério; confira

No local foram encontrados copos com sangue e garrafas de bebidas. Sangue foi enviado para laboratório e análise vai apontar se é humano.

A Polícia Militar de Cachoeiro de Itapemirim, cidade ao Sul do ES, recebeu uma denúncia de ritual macabro usando criança no cemitério da cidade, na noite desta sexta-feira (27). Quando a polícia chegou ao local, não havia mais ninguém, mas foram encontrados copos com sangue e garrafas de bebidas alcoólicas aos pés de uma cruz. A prefeitura informou que a região vai receber reforço de rondas da Guarda Municipal. Amostras do sangue foram mandadas para o laboratório da Polícia Civil, em Vitória.

No cruzeiro do cemitério, que fica no bairro Aeroporto, os policiais encontraram litros de água, garrafas de cachaça, velas e copos com sangue. De acordo com o soldado Thompson, a denúncia foi feita por um morador, que afirmou ter visto uma criança sendo usada em um ritual de magia negra.

?O solicitante da ocorrência acompanhou a nossa entrada. Ele contou que viu uma mulher levantar uma criança, dar um beijo na testa dela, e depois disso a criança começou a chorar muito. Por isso, ele acredita que a criança estaria sendo sacrificada?, disse. Apesar disso, nenhum corpo foi encontrado.

Outra testemunha informou que minutos antes do carro da polícia chegar, um veículo saiu em alta velocidade do cemitério. Por volta das 22h, a perícia chegou ao local. Amostras do sangue e outros materiais foram recolhidos, mas só depois de uma análise será possível dizer se o sangue é humano ou de algum animal.

Cemitério

Moradores reclamaram que o cemitério é um local de fácil acesso e que por isso pessoas podem se esconder no local à noite. A prefeitura de Cachoeiro informou que vai tentar conseguir verbas para construir um muro no local, no próximo ano. Até lá, a região próxima ao cemitério do bairro Aeroporto vai receber reforço da Guarda Municipal.

Fonte: G1