Polícia prende 30 falsificadores de cigarros no Piauí

Ainda na operação a PM descobriu que a quadrilha mantinha um grande aparato

Policia do 4º BPM de Picos desbarataram nas primeiras horas da manhã deste sábado (24) uma quadrilha especializada na fabricação e adulteração de cigarros. A operação comandada pelo Major Vicente Carlos, comandante do batalhão, contou com o apoio de agentes civis e conseguiu chegar até o bando que mantinha uma fabrica clandestina onde fabricava o produto ilegal, nas proximidades do povoado Gaturiano, há cerca de 40km de Picos.

A abordagem deu-se por volta das 5h em uma área próxima a localidade, no entroncamento das BR?s Picos/Teresina/Oeiras. De acordo com a assessoria de comunicação do batalhão, pelo menos 30 pessoas foram presas, a maioria oriunda de outros estados.

Ainda na operação a PM descobriu que a quadrilha mantinha um grande aparato para dar suporte a ilegalidade, como veículos de luxo, modelo Pajero e uma pickup Strada.

Alem de dois rádios comunicadores, armas de fogo, várias maquinas para a produção de cigarros e uma grande quantidade de matéria prima utilizada na produção e preparo do cigarro como filtros e fumos.

Conforme informações da PM o bando utilizava esterco de animais na mistura dos cigarros. Milhares de unidades de cigarros já estavam prontas, embaladas e aguardando despacho.

A PM ainda informou que no local, uma espécie de granja abandonada foi encontrada vasta infra-estrutura para acomodar os membros da quadrilha como várias casas com quartos e banheiros, um criatório de animais e suprimentos para consumo. Os presos encontram-se a disposição da justiça no 2º Distrito Policial de Picos.

Policia chegou à quadrilha após investigar roubo de carga de cigarros

A Policia Militar de Picos só chegou ao local onde uma quadrilha mantinha ilegalmente uma fábrica de cigarros falsificados, após investigar o roubo de uma carga do produto ocorrido na noite da última sexta-feira (23) no centro de Picos. A distribuidora da marca Sousa Cruz foi invadida por homens armados que renderam funcionários e fugiram levando toda a carga que estava acondicionada em uma caminhonete.

A policia conseguiu prender 4 pessoas e assim chegar até a tal fábrica. De acordo com o Major Vicente Carlos, as PM ficou impressionada com a estrutura montada para dar amparo a ilegalidade, estimando que o local tenha capacidade de produzir em apenas um dia mais de 100 mil cigarros, o que daria em um me mais de três milhões de unidades.

A PM ainda acredita que os cigarros falsificados sejam distribuídos por toda a região nordeste, através de uma rede de circulação bem articulada. Entre os presos, estão pessoas de Picos, da macrorregião e de outros estados.

Os próximos procedimentos, além das investigações será desmontar toda a estrutura e enviá-

Fonte: Riachão net