Polícia prende 5 suspeitos de matar vice-presidente do PSB-PR

Policiais civis de Corbélia encontraram o corpo de Irani em uma plantação de soja.

A polícia prendeu três mulheres e dois homens suspeitos de envolvimento na morte de Irani Pereira, vice-presidente do PSB no Paraná e irmão do deputado estadual do mesmo partido Reni Pereira, na noite de quarta-feira. As mulheres foram detidas em Nova Aurora, cidade da região de Cascavel onde Irani foi visto pela última vez, e os dois homens foram encontrados em Iguatemi, em Mato Grosso do Sul. Todos foram transferidos para Cascavel.

Policiais civis de Corbélia encontraram o corpo de Irani em uma plantação de soja na cidade na noite de terça-feira, após indicações de moradores da região. O político estava desaparecido desde a noite de segunda-feira.

Não se sabia inicialmente que o corpo era de Pereira. Os policiais constataram três perfurações de faca, além de um profundo corte na garganta. As mãos estavam amarradas para trás. A polícia suspeita de latrocínio (roubo seguido de morte), pois sua caminhonete também sumiu. O veículo foi visto mais tarde, cruzando a ponte Ayrton Senna, em Guaíra, em direção a Mato Grosso do Sul. Crime político não está descartado.

Irani Pereira tinha 44 anos e, em 2010, disputou uma vaga na Câmara Federal, mas não foi eleito. Ele deixa mulher e um filho.

Fonte: Terra