Acusado da morte do cantor Bringeo já havia realizado outros crimes no Piauí

A polícia concederá uma coletiva sobre o caso amanhã por volta das 11h

Atualizado às 14:30

O Delegado Tales Gomes, responsável pelo caso disse em entrevista coletiva, na tarde desta quarta-feira (04), que o acusado de realizar o crime encomendado por Silviano, Tiago Ozório, já era envolvido em outros crimes no Piauí.


“O que motivou o crime foi o furto de uma quantia em dinheiro da conta da tia de Edimar Bringeo, ele foi ao banco onde a quantia foi subtraída e ao ver as imagens de segurança conseguiu identificar sua prima. Esse acontecimento gerou briga entre a família e divisão. A partir daí Silvoney passou a ameaçar Bringeo de morte, chegando a afirmar que ele estaria com os dias de vida contados,” declarou o delegado Tales Gomes.


Sivoney Clementino Barros-Foto: Marta Soares

O acusado de encomendar a morte do cantor Edimar Bringeo foi preso na manhã desta quinta-feira, 4. O crime completou um ano no último dia 15 de maio pelo delegado especial de Polícia Civil, Tales Gomes.

O possível mandante, conhecido como Sivoney Clementino Barros, de 40 anos, é morador da zona Rural de Bocaina. A prisão aconteceu no Hemocentro Regional de Picos, onde trabalha como auxiliar de laboratório.

O acusado é primo de Edimar Bringeo. Ele foi candidato a vereador no município em 2008. A informação de que ele havida recebido uma intimiação para depor sobre o caso nesta sexta-feira, 5, foi repassada por um familiar da vítima.

Sivoney vai ser transferido para Teresina, onde vai ser apresentado oficialmente à polícia, que concederá uma entrevista coletiva por volta das 11h. Até o momento, as expectativas giram em torno dos esclarecimentos sobre o caso.


Edimar Bringeo – Foto: diaadiapicos

Clique aqui e curta a página do meionorte.com no facebook

Fonte: Com informações do site Grande Picos/ Rede Meio Norte