Polícia prende caseiro suspeito de matar delegado aposentado

Polícia prende caseiro suspeito de matar delegado aposentado

Delegado era pai do administrador de Brazlândia; crime foi no sítio dele

A Polícia Civil do Distrito Federal prendeu na manhã desta terça-feira (24) o suspeito de assassinar um delegado aposentado de 75 anos no dia 16 de janeiro. O diretor-geral do órgão, Onofre Moraes, informou que o caseiro havia sido contratado para fazer uma obra no sítio da vítima, que é pai do administrador regional de Brazlândia. O homem tem 23 anos e teria confessado o crime.

Moraes disse que o rapaz teria golpeado a cabeça do delegado aposentado com uma enxada e uma pedra ? que, segundo a perícia, tem 12 kg ? após ser "ofendido moralmente". ?Mas nós não acreditamos nisso. Acreditamos que o que ele queria realmente era roubar a vítima?, afirmou.

Depois do crime, o jovem teria levado o carro, o celular e a arma do delegado. De acordo com o diretor-geral, ele não conseguiu vender o automóvel e o abandonou no mesmo dia. O veículo teria então sido encontrado por dois moradores de rua, que o venderam a dois adolescentes por R$ 50 e sete pedras de crack. O restante dos itens não foi encontrado pela polícia.

Moraes afirmou que o suspeito foi contratado no mesmo dia, após ser indicado por ?pessoas de confiança? do delegado, que ficaram "em choque? após o crime. Se condenado por latrocínio, o caseiro pode pegar entre 20 e 30 anos de prisão. Apesar de não estarem envolvidas diretamente com o crime, as outras quatro pessoas ? os dois moradores de rua e os dois adolescentes ? devem responder por receptação de veículo.

Fonte: G1