Polícia prende dois acusados de matarem jornalista em praia

Polícia prende dois acusados de matarem jornalista em praia

Lucas foi encontrado morto no dia 18 de novembro, usando apenas cuecas e com hematomas.

A Polícia de Pernambuco prendeu na noite desta quarta-feira dois suspeitos da morte do ativista goiano Lucas Fortuna, encontrado em uma praia dos arredores de Recife há três semanas. O inquérito policial, que já foi concluído, será apresentado nesta quinta-feira pela delegada Gleide Angelo, que assumiu o caso. O secretário de defesa do Estado de Pernambuco, Wilson Damasio, também vai participar da apresentação do resultado do inquérito. Ele deve anunciar novas medidas contra a violência homofóbica no Estado.

Lucas foi encontrado morto no dia 18 de novembro, usando apenas cuecas e com hematomas, o que causou suspeitas de ter sido um crime homofóbico. A morte do jornalista, que também era ativista dos direitos LGBT, repercutiu no mundo e a OEA resolveu acompanhar o caso.

Fonte: Mix Brasil