Polícia prende em São Paulo acusado de matar empresário em Timon

Ele foi preso na periferia da zona sul de São Paulo

A polícia prendeu nesta terça-feira (6), na favela Capão Redondo, em São Paulo, Manoel Moura da Cunha Filho, mais conhecido como Leo da Jaca, 22 anos, acusado de assassinar o empresário Carlos Simonal de Souza Ribeiro, 42 anos, dono da Pizzaria Romanda, no município de Timon.

O crime aconteceu em 25 de maio e o empresário foi alvejado com tiros na cabeça e nas costas em tentativa de assalto na frente da casa de sua mãe, no centro de Timon. Um menor de idade, conhecido como Papanga foi apreendido em junho suspeito de ajudar no crime.

Equipe policial do 1º Distrito se deslocaram até o estado de São Paulo para prenderem o suspeito. Manoel Moura será recambiado para o estado do Maranhão onde responderá pelo crime de latrocínio.

Imagens de uma câmara de segurança mostram o exato momento em que os suspeitos fogem após o crime.

Manoel Moura da Cunha Filho
Manoel Moura da Cunha Filho
Empresário foi morto em frente a casa de sua mãe em Timon
Empresário foi morto em frente a casa de sua mãe em Timon

           Vídeo:

Fonte: Portal MN