Polícia prende ex-pastor acusado de estuprar criança no Piauí

O crime aconteceu na cidade de José de Freitas.

Na tarde desta quinta-feira (03),a polícia deu cumprimento a um mandado de prisão preventiva contra o ex-pastor da Igreja Assembleia de Deus da Madureira no município de José de Freitas identificado como Cícero José Lúcio, morador do bairro Matadouro.

O homem é acusado de estuprar uma criança de iniciais M.B A.S, de apenas 11 anos. Ainda neste mês de junho foi realizada uma denúncia anônima para os conselheiros tutelares da cidade de que uma criança estava sendo abusada por um pastor de uma igreja evangélica. Os conselheiros identificados como Francisco de Assis da Silva Pinheiro e Emanuel Antunes da Silva realizaram a apuração dos fatos e encaminharam o caso para o delegado Jarbas Lopes de Araújo, titular do 17ºDP que iniciou um inquérito policial.

O Conselho Tutelar acompanhou a vítima ao Serviço de Atenção às Mulheres Vítimas de Violência Sexual para realização de exame de condução carnal, que dias depois emitiu um laudo confirmando os abusos praticados pelo ex-pastor.

De acordo com depoimento da criança, ela frequentava a igreja onde ele ministrava e se tornou amiga da filha do acusado, passando a visitar a sua casa rotineiramente. Os abusos, segundo ela, perduraram por cerca de três anos, onde muitas vezes acordava assustada com os estupros nos dias em que ela dormia na casa da amiga.

Cicero Lúcio que é pedreiro e é oriundo do Estado de Pernambuco, foi preso nas proximidades de um sitio de nome Veneza localizado as margens da PI-113, entre Teresina e José de Freitas. Ele negou as acusações e disse que está sendo vítima de uma perseguição de membros de outras igrejas.

Acusado de estupro (Crédito: Reprodução)
Acusado de estupro (Crédito: Reprodução)
Acusado de estupro (Crédito: Reprodução)
Acusado de estupro (Crédito: Reprodução)
Polícia realiza prisão (Crédito: Reprodução)
Polícia realiza prisão (Crédito: Reprodução)
Polícia realiza prisão (Crédito: Reprodução)
Polícia realiza prisão (Crédito: Reprodução)
Fonte: Com informações do JFagora