Polícia prende pais de menina morta dentro de casa

Crime ocorreu em Ferraz de Vasconcelos, na Grande São Paulo; mãe estava foragida

A Polícia Civil afirmou que estão presos os pais da menina de seis anos que foi assassinada dentro de casa, em Ferraz de Vasconcelos, na Grande São Paulo. O crime ocorreu no domingo (2), após a criança ser espancada. Até a noite de terça-feira (4), a mãe estava foragida.

O pai da vítima foi detido na carceragem da cadeia pública de Ferraz, e a mãe, que é a principal suspeita de ter matado a própria filha, foi encaminhada para a Cadeia Feminina de Poá. Ambos foram presos na noite de terça (4).

Antes da detenção, a delegada assistente Vânia Penezi Ahamad Bakr já tinha afirmado para o R7 que o departamento havia pedido à Justiça a prisão temporária do casal. A mãe é apontado como autora do assassinato porque costumava agredir a menina. O pedido da prisão foi estendido para o pai devido à omissão em relação aos maus-tratos sofridos pela vítima.

- Ele contribui para o resultado [a morte] porque viu a mãe espancando e demorou em socorrer a criança. Ele saiu para comprar o remédio para a menina, quando a viu machucada, mas foi beber na casa da irmã e só voltou na madrugada, quando ela já estava morta.

A delegada também afirmou que o homem forneceu R$ 10 para a mulher fugir. Segundo Vânia Penezi, dois irmãos do pai da vítima, que moram no mesmo terreno dos suspeitos, foram ouvidos durante o inquérito policial na terça-feira. O irmão mais velho da menina morta e uma prima também serão ouvidos na presença de membros do Conselho Tutelar, porque são menores de idade.

O laudo necroscópico que apontará a causa da morte da menina será concluído em 30 dias. O caso está sendo investigado pela Delegacia de Ferraz de Vasconcelos.

Fonte: R7, www.r7.com