Polícia prende suspeito de assassinar prima de ex-ministro após conhecê-la na internet

Simone foi morta no dia 20 de outubro na capital e encontrada incinerada um dia depois em Mairiporã

O suspeito de matar Simone Motta, 42 anos, prima do ex-ministro Sérgio Motta, foi preso na manhã desta quarta-feira por policiais do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) em São Paulo. O delegado da 2ª Delegacia de Desaparecidos do DHPP afirmou que José Rodrigues Junior, 24 anos, conhecia a vítima havia dois anos em uma sala de bate-papo na internet.

Segundo o delegado, os dois mantinham um relacionamento até se desentenderem, o que teria motivado o crime. "Ele alega que os dois tiveram uma discussão e isso acabou no estrangulamento", disse o delegado. Ainda de acordo com Olim, o suspeito em principio negou o crime, mas, em virtude diante das evidências, acabou confessando.

Simone foi morta no dia 20 de outubro na capital e encontrada incinerada um dia depois em Mairiporã, na grande São Paulo. De acordo com a polícia, moradores da região sentiram o cheiro de carne queimada e ligaram para a PM, que encontrou o corpo pegando fogo.

A polícia afirma ter conseguido localizar o suspeito após rastrear ligações que ele teria feito para a irmã com o celular da vitima. Além de ficar com pertences como cartões de crédito e o aparelho telefônico da vítima, o suspeito ainda tentou vender o Fiesta, carro onde tirou a vida de Simone.

Fonte: Terra, www.terra.com.br