Polícia prende suspeitos de deixar idoso morrer amarrado em sítio

Segundo a Polícia Civil, os dois suspeitos fugiram do presídio de Joaçaba no último dia 21 e são suspeitos de vários crimes nas cidades vizinhas

Policiais civis e militares do meio oeste de Santa Catarina prenderam na cidade de Tangará, neste sábado, Luiz Vanderlei Lopes da Silva e Daniel Pereira, suspeitos de um latrocínio em um sítio de Ibicaré (SC), quando um idoso teria morrido depois de ficar amarrado por dias à própria cama.

Segundo a Polícia Civil de SC, os dois suspeitos fugiram do presídio de Joaçaba no último dia 21 e são suspeitos de vários crimes nas cidades vizinhas.

Dois dias após a fuga, Silva e Pereira teriam invadido o sítio em Ibicaré, rendido o chacreiro - um homem de 75 anos, que foi amarrado à própria cama - e roubado um veículo Santana, pertences pessoais da vítima, uma espingarda e um revólver. O idoso foi encontrado apenas oito dias depois, já morto. A suspeita é que a morte tenha ocorrido por desidratação e desnutrição, já que nenhuma lesão aparente foi encontrada no corpo.

Com o carro da vítima, um dia depois do crime cometido no sítio em Ibicaré, a dupla assaltou uma família em Videira, de onde levaram joias, outro veículo, além de objetos pessoais e uma arma.

A dupla foi localizada nas proximidades de um bar, na saída da cidade de Tangará e acesso a cidade de Ibian. Com eles foram apreendidos um revólver calibre .22, uma espingarda calibre .36, além do veículo e de vários objetos roubados.

Um terceiro criminoso, Daniel Antonio Borba, que seria comparsa da dupla, conseguiu fugir e está sendo procurado pela polícia do Estado.

Fonte: ODIAONLINE