Polícia prende suspeitos de roubar banco com caminhão em SP

Ladrões usaram um caminhão para transportar um caixa eletrônico

A polícia localizou e prendeu 12 suspeitos de pertencer à quadrilha que na madrugada desta sexta-feira roubou duas agências bancárias na cidade de Auriflama (SP), levando um dos caixas inteiro sobre a carroceria de um caminhão. Um dos bandidos levou um tiro no peito, chegou a ser socorrido, mas não resistiu.

Os bandidos, que portavam armamentos pesados e explosivos, fugiram por estradas rurais de cidades vizinhas de Auriflama. O bando estava dividido, com seus membros escondidos em ranchos localizados às margens do Córrego das Cruzes, um dos braços do rio Tietê, usado para condomínios de pescaria e lazer em Santo Antônio do Aracanguá, cidade vizinha a Auriflama.

Ainda de madrugada, uma viatura da PM se deparou por acaso com o caminhão usado para transportar o caixa do Banco do Brasil. A viatura foi recebida com tiros de metralhadora, fuzis e armas calibre 12. Os dois PMs que portavam pistolas .40 não conseguiram enfrentar os bandidos, que conseguiram fugir por uma estrada rural.

Na tentativa de localizar o bando, as polícias Civil e Militar montaram diversas barreiras entre os municípios de Santo Antônio do Arancaguá e Auriflama. As primeiras prisões, de dois suspeitos, foram feitas por volta de 10 horas. Outros dois suspeitos foram presos às 11h30 e, por volta das 13 horas, a Força Tática da Polícia Militar prendeu o restante do bando. Numa troca de tiros, um dos suspeitos foi atingido no peito. Levado para o hospital de Aracanguá, não resistiu.

Foram apreendidos dois carros - um Corsa e um Astra - usados na fuga, e também o caminhão usado para transportar o caixa eletrônico. No caminhão havia uma quantidade não divulgada de explosivos, que também foram recolhidos pela polícia. Quatro armas foram apreendidas, mas não foi revelado quais seriam. A polícia não divulgou a idade e os nomes dos suspeitos, mas informou que alguns deles são da região de Campinas.

A PM ainda procura uma caminhonete Toyota Hilux, com placas de Valinhos, que estaria com outros integrantes da quadrilha, transportando o dinheiro e o armamento usado no assalto. Por isso, o cerco entre os municípios de Santo Antônio do Aracanguá e Auriflama vai continuar, assim como as barreiras montadas em estradas de outras cidades da região. Os suspeitos detidos estão sendo ouvidos na Delegacia de Auriflama, deverão ser presos em flagrante e conduzidos para presídios.

Fonte: Terra, www.terra.com.br