Polícia prende tia de bebê que teve a mão decepada

O motivo, de acordo com agentes da delegacia da Posse, seria se vingar da mãe da pequena Mirela Santana dos Santos

A Polícia Civil informou, nesta sexta-feira, que uma mulher identificada como Maria José, tia do bebê de três meses que teve a mão decepada, em Nova Iguaçu, é a autora do crime. O motivo, de acordo com agentes da delegacia da Posse, seria se vingar da mãe da pequena Mirela Santana dos Santos. Maria José, que é casada com um dos tios do bebê, foi presa durante a madrugada.

Na tarde de quarta-feira, o bebê deu entrada no Hospital Estadual Adão Pereira Nunes, em Saracuruna, Duque de Caxias, Baixada Fluminense. Segundo a versão da mãe contada a policiais da 58ª DP (Posse), ela teria deixado o bebê e outro filho de nove anos na casa de uma vizinha, em Vila de Cava, Nova Iguaçu, para ir ao mercado. Quando retornou, a filha já apresentava o ferimento.

O delegado Marcos Henrique Alves, titular da 58ª DP (Posse) afirmou que o depoimento prestado por Maria José apresentou contradições com o relato feito por seu companheiro. Ele também revelou que foi arrecadada uma faca, encontrada atrás da casa da acusada, e recolhidas as roupas que ela teria usado na ocasião do crime.

De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde, como o membro do bebê não foi localizado, não foi possível realizar o transplante. Um cirurgia foi realizada para fechar o ferimento.

Outro caso similar ocorreu na última segunda-feira. A recém-nascida Camile Vitória, de 17 dias, teve uma das pernas amputadas depois de sofrer queimadura durante uma cirurgia. A menina está internada no Instituto Fernandes Figueira, no Flamengo, Zona Sul do Rio.

Fonte: O Dia Online