Polícia prende vereador durante operação antimilícia

Cerca de 80 agentes participam da ação em Jacarepaguá.

Em operação contra o grupo de milícia do Mato Alto, em Jacarepaguá, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, policiais detiveram na manhã desta quarta-feira (13) um vereador. Segundo a polícia, ele é suspeito de comandar o grupo paramilitar.

Oitenta homens da da Delegacia de Repressão ao Crime Organizado (Draco), com o apoio de outras delegacias especializadas, da Subsecretaria de Inteligência da Segurança Pública, Ministério Público e da Corregedoria Geral Unificada estão na região desde 4h para cumprir 14 mandados de prisão contra ex-policiais e guardas municipais e 25 mandados de busca e apreensão em diversos pontos da cidade.

Segundo a polícia, nesta manhã o vereador ainda estava em sua casa, no Pechincha, em Jacarepaguá, onde os agentes faziam buscas de material da milícia.

Como funcionava a quadrilha

Segundo investigações, o grupo de milicianos que atua em pelo menos 13 comunidades, nos bairros da Praça Seca, Campinho, Tanque, na Zona Oeste, e Quintino, no subúrbio.

O grupo é suspeito de formação de quadrilha armada e de cometer outros crimes como homicídios, ocultação de cadáver, tortura, estupros, furto de sinal de televisão e internet, controle no fornecimento de gás, prestação irregular do serviço de transporte alternativo, exploração de máquinas caça-níquel, entre outros.

Fonte: g1, www.g1.com.br