Polícia procura arma usada por noivo que matou mulher e colega

Polícia procura arma usada por noivo que matou mulher e colega

Crime aconteceu no fim de semana, em Camaragibe. Na segunda, foram ouvidas oito pessoas.

A polícia procura pela arma usada por um noivo que matou a mulher e um colega durante a festa de seu casamento, em Camaragibe (PE), no fim de semana. Imagens gravadas no dia da comemoração estão sendo analisadas pela equipe de investigações.

O delegado Igor Leite ouviu oito pessoas na segunda-feira (20), incluindo parentes dos noivos e convidados da festa. Ele disse que os detalhes das investigações não devem ser divulgados até o fim do inquérito.

O casal namorava havia três anos. Durante a comemoração, o noivo, de 29 anos, dizia a todos que tinha uma surpresa. No fim da festa, ele puxou uma arma do paletó e deu vários tiros na noiva, de 25 anos, e no padrinho. Em seguida, se matou.

Um sobrinho da noiva, de 24 anos, também ficou ferido. De acordo com o advogado da família da noiva, Hisbelo Oliveira da Silva, esse sobrinho ainda será ouvido pela polícia.

Silva disse ao G1 que há suspeita que o crime foi premeditado e que outra pessoa pode estar envolvida. Uma das supostas provas é a arma do crime, que desapareceu. "A família ficou sabendo só agora que ele [noivo] tinha um ciúme descontrolado dela e desconfiava de tudo", comentou.

Fonte: g1, www.g1.com.br